domingo, 28 de setembro de 2008

Navegando

Navegar é preciso, porém requer correções de curso, afinal a maré e os ventos não seguem sempre em linha reta.

Hoje foi um dia de muito aprendizado, de repensar os rumos e rever os planos. Temos sonhos maiores e menores, mas no fundo a grande busca é por qualidade e experiência de vida. E essas coisas tem significados diferentes para cada pessoa.

Após um pouco mais de um mês aqui, experiência foi o que mais tivemos. Não só no sentido de experimentar alguma coisa, mas também no sentido de amadurecer, maturar. Conversando com outros casais de imigrantes, vimos outros pontos de vista, outros planos, conquistas e aprendemos sobre nós mesmos, sobre as nossas qualidades e nossas fraquezas.

A cada dia, com tanta coisa nova para assimilar, vamos revendo nossas expectativas, necessidades e possibilidades. Há muito o que fazer e para não perder o foco há de se ter um plano.

Mas por outro lado, temos que nos manter abertos para que as pessoas e coisas nos encontrem e nos toquem. Aqui o convívio com gente que está no mesmo barco nos inspira e traz força para continuar batalhando.

E hoje no almoço fui pagar a conta e o caixa apitou como um caça-niquel de cassino. O prêmio era um vale salada grátis.... Bom, já é um começo...... são os sinais, a maré está pra peixe e tudo vai ficar bem.

Boa semana a todos,

Gus

segunda-feira, 22 de setembro de 2008

Saímos na revista da Folha!

Oi Pessoal,

Estamos muito chiques viu? rsrsrs
A Jeanne e o Pedro e o Fábio, Val e Letícia também estão! :-)

A Ivy Farias fez uma matéria com a gente...e finalmente saiu na Revista da Folha ontem.

Agora que estou famosa, chega de choradeira por causa da entrevista que agora é minha vez de brilhar! hahahaha

Brincadeiras à parte, agradeço os comentários, telefonemas e e-mails enviados me dando força...super obrigada pessoal, cada palavra de carinho e atenção significa muito pra mim. Estou muito bem e confiante....e esses momentos difíceis fazem parte do processo de adaptação.

Ah, quem não viu a matéria pode ver aqui:





E quem quer saber mais sobre o processo de imigração, o primeiro passo é entender como tudo funciona. Então arrume um tempinho, deixa a preguiça de lado e leia cada pedacinho do site oficial.

Boa leitura e boa sorte :-)

terça-feira, 16 de setembro de 2008

JobStart e o dia mais difícil até agora...

Oi pessoal,

Ufa, acabamos o curso do JobStart depois de duas semanas exaustivas. Agora é começar a procurar emprego com a ajuda do coach por mais dois meses...

Como já citei aqui, achamos o curso muito bom, tanto em relacão a estrutura oferecida quanto aos profissionais e coach.

No penúltimo dia teve a "mock interview", que é a entrevista com alguém de fora, geralmente voluntário, que faz uma entrevista simulada e é toda filmada.

No último dia assistimos as entrevistas, todos juntos na mesma sala, e o coach e cada aluno (eles nos chamam de "clientes") deu seu feedback sobre cada um...destacando os pontos que fomos bem e sugerindo um ponto a melhorar.

Gente...foi aí que a porca torceu o rabo...quando me vi no vídeo, falando várias coisas erradas, com respostas pouco estruturadas, fazendo mil caras e bocas, fiquei arrasada...

Arrasada mesmo!! Assim que o meu vídeo acabou e o coach virou pra mim pra perguntar o que eu tinha achado, o que tinha feito bem, comecei a chorar...

Aff, que vergonha...não conseguia parar...e tb não conseguia ver nada de bom na minha entrevista.

Claro que todos tentaram me acalmar, me falar dos pontos positivos, dos pontos negativos...mas estava descontrolada.

Quem me conhece sabe que sou durona, que não choro com muita facilidade....mas nesse dia foi muito forte.

Eu me vi no vídeo e percebi que preciso melhorar MUITO!! Não só o inglês, isso também é claro, mas minha postura, meu jeito de falar, de encarar as pessoas...

Acho que o choque todo foi pq tinha achado que tinha ido bem...aí quando me vi, o mundo caiu! Na verdade, o problema maior era a imagem que eu tinha de mim mesma...pode ser que você vendo esse vídeo, e me conhecendo, falasse que essa é a Renata que vc conhece....mas pra mim foi horrível....e acho que agora me dei conta de como vai ser difícil a vida nova aqui...

Até então escutava todos falarem das dificuldades mas não tinha noção do tamanho...

Olha, mas que mudar de país, essa mudança pra mim está sendo interna e espiritual...está sendo um grande exercício de humildade...que devo ser mais humilde com os outros e comigo mesma, pensando que sempre posso fazer melhor.

E viva o Canadá!
Que além de me proporcionar mais qualidade de vida, está me ajudando a ser uma pessoa melhor....

E força para continuar na batalha...que está apenas começando.

Cheers :-)

Pra descontrair, uma foto dos "clientes" no dia da mock interview.

quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Vamos esclarecer alguns pontos.....

Oi pessoal, tudo bem?

Esse post vai para os amigos imigrantes (ou não), que querem entender melhor como funciona e o que são essas agências e organizações que tanto ouvimos falar. Quando chegamos (e ainda no Brasil através dos blogs e sites do governo), pesquisamos bastante e recebemos muita, mas muita infomação...que está nos ajudando muito mas nos deixou super confusos no começo.

Então vamos lá:

Passo #1 - Antes de começar qualquer curso, seja de inglês ou preparação para o mercado de trabalho, você precisa passar por uma das organizações para fazer o "English Assessment" ou "CLBA - Canadian Language Benchmarks Assessment".

Mesmo quem não fala nada de inglês precisa passar por lá pois são eles quem vão te avaliar e indicar para o curso do LINC (Language Instruction for Newcomers to Canada) oferecido pelo governo.

Esses centros são chamados de "LINC Assessment Centres". O mais conhecido é o YMCA (atenção, o YMCA tem os centros recreativos e os centros para ajuda aos newcomers. Somente os centros de ajuda aos newcomers fazem esse teste...o centro recreativo funciona separadamente).

Aqui você encontra a lista completa dos LINC assessment centre.

Nós fomos nesse endereço abaixo e gostamos bastante do atendimento. Fica pertinho da Bloor x Yonge.

YMCA LINC Assessment Centre
Central/Main Office
42 Charles Street East, 3rd floor
Toronto, Ontario M4Y 1T4
416-925-5462 or 416-925-LINC
www.ymcatoronto.org

Para fazer o teste você precisa reservar um horário. Fomos pessoalmente marcar o dia do teste...eles tiraram cópia do nosso "landing paper" (é uma via do papel que vc assinou na frente do oficial da imigração, lá na chegada no aeroporto...ela vai ser seu "PR Card" temporário) e o passaporte.

O mais importante do YMCA é sair de lá com sua nota do teste de inglês....com isso, você decide se quer fazer o LINC (que é de graça) ou começar algum curso para te preparar para a procura emprego. Você começa com speaking e listening, depois faz o reading e writing. Demora aproximadamente uma hora e meia para o teste...eles corrigem na hora, já te chamam para dar o resultado e se você quiser fazer o LINC, já checam data, horário e local disponível. Você sai de lá com a inscrição feita para o curso, depois é só ir no endereço indicado para começar as aulas. Eles tentam sempre achar um local próximo da sua residência.

Passo # 2 - Se você for no YMCA, depois do teste pode pedir mais infomações sobre os outros cursos....vai sair de lá com zilhões de papéis....muita calma nessa hora, é tudo muito confuso mesmo...a moça que te atende lá é prestativa, mas ela não dá detalhes de cada programa pq nem ela sabe...o papel dela é te entregar os zilhões de folhetos e flyers que todas as outras organizações deixam lá....(atenção: não sei dizer se em outro endereço do YMCA funciona diferente...mas esse é o central, portanto deve ser o mais completo).

Se você decidiu que quer fazer o LINC somente, ok, já foi, fez o teste e agora é só começar...
Mas se vc quiser fazer aqueles cursos para te ajudar com o résumé e entrevistas, primeiro você precisa passar por OUTRO assessment centre.

O primeiro teste é o de language...agora, esse outro assessment é para te explicar melhor os diferentes cursos para a área de trabalho. Você vai passar com um counselor que já vai saber seu nível de inglês e vai te aconselhar o melhor curso. Você VAI ter que passar por ele para fazer qq "JobStart" da vida.

Veja aqui a lista completa dos Assessment Centres.

Nós fomos nesse aqui.

Isso acontece pq você não pode fazer vários programas ao mesmo tempo..pode fazer um curso de inglês e um curso de "job search", mas não pode fazer dois cursos de "job search" ao mesmo tempo, por exemplo, JobStart e COSTI ou Skills for Change. (perguntamos se depois que acabar um podemos fazer outro...nossa counselor disse que sim, mas que teríamos que passar por uma avaliação dela para ver a real necessidade)

Passo # 3 - Agora que vc já fez os dois assessments, é decidir qual programa vc quer fazer. Se vc já tiver decidico, sua counselor já vai te indicar para o curso que vc escolheu, e assim vc pode começar.
Se não decidiu ainda, pode ir visitar cada um deles para conhecer melhor.

Os chamados CASIP (Consortium of Agencies Serving Internationally-Trained Persons) são:

- ACCES
- COSTI
- HUMBER
- JOBSTART
- JVS
- MICROSKILLS
- SENECA
- SKILLS FOR CHANGE

Atenção: todos vão tentar te convencer que o curso deles é o melhor! Você não paga nada mas eles ganham pra te ensinar! O governo paga por cada pessoa que faz o curso.

Aliás, segue nossa opinião: estamos fazendo o curso no JobStart pra nos ajudar com o résumé, entrevistas e mercado de trabalho canadense. Até agora estamos achando EXCELENTE! Ficamos super bem impressionados com o nível de detalhe do curso e estrutura oferecida.
Não fomos visitar nem conhecemos as outras organizações ainda...então não temos base de comparação...nossa opinião está baseada em nossa experiência pessoal.

Como estávamos perdidos no começo, sem entender muito como funcionava, acabamos indo direto do JobStart (depois até tivemos que ir em um dos assessment centre para validar) mas acabamos não comparando.

No final deu certo pq estamos adorando! Terminamos o curso em sala de aula amanhã (2 semanas total) mas o programa tem duração de 3 meses. Daqui pra frente vamos ter apoio do nosso counselor à distância para a procura de um emprego...e quando tivermos uma entrevista, por exemplo, podemos marcar para ir treinar com ela...ou então só tirar dúvidas.

Agora temos dois counselors, o do assessment centre, que é do governo, e o do JobStart, que é específico do programa.

OUTROS PROGRAMAS:

- Career Bridge - estágio remunerado, portanto o salário é baixo. Eles não garantem que vc vai conseguir um estágio.
- CO-OP - estágio não-remunerado...pelo que sei, eles vão te achar algum trabalho na sua área.
- Practice firm - estágio não-remunerado numa empresa simulada.

Esses geram um pouco de discussão...os counselors acham melhor tentar procurar emprego primeiro, como skilled worker mesmo, antes de entrar para esses programas...mas depende de cada um...tem gente que prefere já entrar num programa desses logo de cara para treinar, ganhar a experiência canadense, se sentir mais confiante com o mercado de trabalho aqui....enfim, é uma decisão pessoal.

É isso aí
Aff, ficou grande ne?
Deu trabalho mas fiz de coração...espero ter esclarecido um pouco mais...aliás, se alguém que já passou por isso perceber que falei algo errado, favor avisar!

Cheers e até o próximo post! :-)

Aniversários.... 2 Anos de Canadá

Há dois anos atrás estavamos no limbo, hospedados na casa da irmã da Re em Houston por alguns dias a caminho de Toronto. Então pelo men...